TOP 5 FINTECHS DO MERCADO BRASILEIRO

As Fintechs são empresas no modelo de startups que se dedicam a desenvolver serviços e produtos de ponta no mercado financeiro.

Como as operações acontecem primordialmente online, são empresas cujos custos operacionais são bem menores quando comparados às instituições tradicionais do setor, e por esse motivo conseguem repassar produtos mais baratos para seus clientes.

Os produtos financeiros desenvolvidos têm design focado em otimizar seus serviços, apostando em tecnologia e grandes inovações. Esse modelo de empresa financeira tem apresentado notável expansão no mercado nacional, pois os consumidores procuram cada vez mais esse tipo de serviço, mais prático e acessível.

Além disso, as fintechs apostam em incentivar seus clientes em desenvolver sua educação financeira, especialmente por meio de aprimorar os sistemas de pagamentos e incentivar os investimentos na Bolsa de Valores. Por todos esses motivos, essas empresas têm se mostrado cada vez mais importantes no mercado financeiro e estão desafiando as instituições financeiras tradicionais.

Para apresentar esse mundo, a seguir segue uma lista com 5 das melhores fintechs brasileiras:

1) Nubank

O Nubank é a pioneira no setor das fintechs, ela foi lançada em 2013. É um exemplo do crescimento exponencial das fintechs no mercado brasileiro. Em poucos anos, o Nubank mais que dobrou o número de cientes, muitos deles atraídos pelo cartão de crédito roxo, que tem bandeira Mastercard Internacional e sem tarifas e anuidades dos seus clientes.
O Nubank ainda conta com uma conta digital e um programa de recompensas, o Nubank Rewards que vem redefinindo o sistema financeiro.

2) PicPay

O PicPay é conhecido, especialmente, por ser um aplicativo que possibilita pagamentos. Por meio do PicPay, o cliente efetuar pagamentos ou receber dividendos, usando cartão de crédito ou o saldo da conta. Estabelecimentos também podem ser pagos por meio do PicPay.

E o cliente que tiver saldo na sua conta do PicPay, pode realizar saques. Para sacar por meio do PicPay o usuário deve transferir o valor desejado diretamente para a conta bancária o valor que tiver no aplicativo. Mas a operação do saque não é automática, geralmente leva dois dias úteis para ser processada.

3) Bidu

Bidu é um fintech cujo objetivo é ajudar o usuário a analisar e comparar serviços de seguros de saúde automóveis, casa, renda, vida, entre outros. A ideia é que o cliente possa ter a disposição as melhores opções de seguros e produtos financeiros disponíveis no mercado.

Mas a Bidu ainda tem serviços de empréstimo pessoal, cartão de crédito e opções de financiamentos para seus clientes. E, para completar, a Bidu também oferece o serviço de facilitadora na contratação dos serviços mapeados, quando eles forem contratados diretamente pela plataforma ou por meio de parcerias.

4) GuiaBolso

O Guia de Bolso é um aplicativo financeiro que funciona por meio da sincronização com a conta bancária do usuário, de forma que ajuda a classificar, analisar e planejar melhor as os gastos do usuário. O objetivo desse aplicativo é ajudar seu usuário a desenvolver sua educação financeira e a autonomia para controlar melhor sua vida financeira. Essa plataforma foi lançada em 2014.

5) Toro Investimentos

A Toro Investimentos tem seu filão concentrado no setor de investimento, uma vez que essa foi a primeira fintech brasileira que abriu uma corretora de valores.

A Toro é uma empresa que não está associada e nenhum banco ou outra empresa financeira. Essa plataforma funciona como o melhor dos dois mundos, pois oferece a mesma segurança que a poupança proporciona, enquanto permite que seu usuário compare os investimentos de forma que possa escolher a melhor opção de investimento entre as disponíveis.

Fica claro, dessa maneira, que utilizando a Toro Investimentos, o usuário ganha mais que deixando seu dinheiro em um banco tradicional.

A plataforma ainda oferece praticidade e simplicidade para os usuários na hora de investir.

Concorrência no mercado das fintechs tem crescido no Brasil:

As fintechs tem acirrado o mercado de serviços de crédito no nosso país, especialmente a concorrência no mercado de crédito, de acordo com a pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Crédito Digital (ABCD).

De acordo com o estudo, no ano de 2018, as fintechs receberam mais de 6,4 milhões de pedidos de crédito de pessoas físicas, o que significa um crescimento de mais de 100% em relação ao ano anterior. Apenas nesse ano, 2018, a enorme quantia de R$ 1,195 bilhão em crédito foi concedida.

Além disso, os dados também mostraram que a maior parte dos clientes das fintechs pertencem às classes C, D e E, sendo que para uma parte dessas pessoas, as fintechs são as únicas empresas financeiras que têm acesso.

Leave a Reply