Enem 2019 - Eu Lembro

Enem 2019

Todos os anos as pessoas se preparam para o Enem, com o intuito de conseguir uma boa vaga em uma universidade no Brasil. Dificilmente você encontrará alguém que não saiba o que é o Enem, mas se você é esse alguém, iremos salientar sua dúvida neste artigo. Falaremos sobre o que foi o Enem 2019, o modelo de prova, quais os pontos a se destacar do exame a fim de esclarecer mais sobre o assunto.

O que é o Enem?

O Enem é uma prova feita anualmente, principalmente por alunos do ensino médio do Brasil inteiro, para que estes ingressem em uma universidade tanto pública quanto privada. Organizado pelo Inep, o Exame Nacional do Ensino Médio é feito em dois dias com duas provas de assuntos diferentes. A primeira prova do Enem 2019 foi formada pela redação e questões de ciências humanas e linguagens. Já a segunda prova, na semana seguinte, conteve questões de ciências da natureza e matemática. Cada assunto da prova tem 45 questões, totalizando 180 questões mais a redação de no mínimo 30 linhas para ser feita horas depois, no final do segundo dia de prova, o Inep libera o gabarito oficial contendo todas as alternativas corretas das provas dos dois dias de Enem. Dessa forma os candidatos têm uma prévia do seu resultado nas provas. O resultado individual com notas fundamentadas no TRI é divulgado na primeira quinzena do janeiro seguinte do ano em que as provas foram realizadas. A partir desse resultado é possível ingressar em universidades públicas e privadas através do Sisu e do ProUni, respectivamente.

Como as provas são organizadas?

A prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias traz perguntas sobre Geografia, Filosofia, Sociologia e História. Já a de Ciências da Natureza, questões de Física, Biologia e Química. A área de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias abrange questões de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira, Artes e Tecnologia da Informação e Comunicação. A prova de matemática é formada majoritariamente por questões sobre geometria, álgebra, aritmética básica e trigonometria.

A redação avalia cinco competências, deve ter no máximo trinta linhas e seu tema é, na maioria das vezes, uma atualidade.

As cinco competências avaliadas pelo MEC na redação do Enem são:

  1. Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita;
  2. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista”;
  3. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos;
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação”;
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos;

Cada competência vale 200 pontos, totalizando uma nota máxima na redação de 1000 caso todas elas forem integralmente cumpridas. Em suma, um candidato que escreveu uma redação mediana consegue nota 600 na redação.
Caso o candidato:

  1. Deixe a redação em branco;
  2. Fuja do tema proposto pela banca;
  3. Argumente fora dos Direitos Humanos;
  4. Faça uma redação com menos de 7 linhas;

Este candidato tem sua redação zerada, sem chances de pedir recurso ou qualquer contestação para o Inep.

Como é feita a pontuação do Enem?

O Enem utiliza o método de Teoria da Resposta ao Item (TRI) que abrange estatísticas e psicologia. Além disso, o MEC garante que todas as provas tenham o mesmo nível de dificuldade a ponto de serem comparadas umas com as outras.

O ponto interessante do TRI é que ele detecta quando o candidato “chuta” muitas questões ou acerta apenas as questões mais fáceis da prova, penalizando-o. Dessa maneira, o Enem fica muito mais justo e pune os que não estudaram para fazer a prova.

O que é o ProUni e o Sisu?

O ProUni é um programa do governo para auxiliar alunos que tiveram um bom desempenho no Enem a entrarem em faculdades privadas através de bolsas parciais ou integrais de acordo com os critérios do programa. É possível conseguir uma bolsa parcial ou integral em uma faculdade privada pelo ProUni se o candidato tiver uma média aritmética de 450 no Enem. A partir disso, o aluno já sabe se poderá pegar um dos dois tipos de bolsa.

No entanto, é necessário ficar atento em relação ao tipo de bolsa. As bolsas integrais (100%) são dadas apenas para os candidatos que têm renda mensal menor que 1,5 salário mínimo per capita. Caso o aluno tenha uma renda mensal maior que 1,5 salário mínimo per capita, então ele só poderá receber a bolsa parcial (50%).

O Sisu é o outro programa do Governo Federal para ajudar alunos que gostariam de ingressar em uma faculdade pública. O único critério necessário para entrar nesse programa, diferentemente do ProUni, é ter notas acima de 500 em todos os assuntos das provas e não ter tirado nota zero (0) na redação. A partir do cumprimento desses critérios e dependendo da nota do candidato, vagas em universidades como UNICAMP, UFSC, UFPR e USP podem ser alcançadas.

Leave a Reply